A área de Educação Física, no Ensino Fundamental II e Médio do Oswald, é valorizada pelos diferentes usos do corpo que são propostos aos alunos, marcados pela diversidade no ensino de diferentes práticas, definidas em três frentes: Dança; Esportes; Circo e Capoeira. Essas áreas atuam conjuntamente aos projetos desenvolvidos com os alunos, em trabalhos interdisciplinares e em diversos momentos da vida escolar.

Do 6º ao 8º ano do Ensino Fundamental II, as disciplinas de Educação Física são ministradas trimestralmente; ou seja, a cada ano os alunos passam três meses experienciando cada uma das práticas. Desde cedo os alunos demonstram suas preferências e, então, os professores buscam engaja-los nas diversas iniciativas, mostrando que os aprendizados dali podem e devem ser levados para as atividades que mais gostam de fazer, quando o momento for oportuno. Procuram sempre mostrar essa relação de complementaridade entre as frentes. No caso específico de Dança e Circo, que são áreas que apresentam forte relação com as artes cênicas, com a presença de conteúdos artísticos, os educadores procuram fortalecer essa característica propondo apresentações para outras turmas, compartilhando suas produções (de sequências, cenas, esquetes) com o intuito de exercitar entre os alunos a função comunicativa e expressiva das artes.  

A partir do 9º ano, essas disciplinas são optativas e os alunos escolhem uma delas para praticar durante todo o ano letivo. O Oswald pensa a forma de integração dessas áreas e valoriza o caminho que os alunos percorrem até chegar ao Ensino Médio, para que os jovens adquiram um repertório corporal bastante desenvolvido e a capacidade de fazer inter-relações dessas frentes. O ápice dessa trajetória artística e corporal é o Projeto de Encerramento do 3º ano do Ensino Médio, que reúne as áreas de Artes com as áreas de Educação Física – e, muito frequentemente, outras disciplinas. É um projeto de bastante fôlego, que propõe a produção de um ritual de encerramento, algo que procure envolver os alunos para deixar um marco de sua trajetória escolar no Oswald.

Outra culminância da integração das frentes de Educação Física e Artes, e da valorização desse trabalho no Oswald, é a Programação Corpo e Expressão, que acontece dentro da Mostra Cultural da Unidade Cerro Corá. São momentos específicos dentro da Mostra Cultural, que é um importante marco na socialização dos trabalhos desenvolvidos pelos alunos com a comunidade escolar. Na programação, os alunos dos diferentes cursos apresentam coreografias que buscam transcender os espaços convencionais – ocupando diferentes espaços da escola –, números de circo, rodas de capoeira ou cenas de teatro, dando espaço para que os jovens tomem a iniciativa de apresentarem também produções próprias, desenvolvidas em atividades que podem, até mesmo, ser praticadas fora da escola. A Programação Corpo e Expressão existe há alguns anos e tornou evidente a abertura para a criatividade e a interdisciplinaridade defendidas pela escola. As disciplinas de fato dialogam e a Programação na Mostra Cultural espelha essa vontade de permeabilidade entre as áreas, abrindo mais um espaço de apresentação e compartilhamento entre a comunidade oswaldiana.

Este texto foi construído a partir da colaboração dos educadores João Paulo Simão, professor de Circo e Capoeira no Ensino Fundamental II e Médio; Julia Santos, professora de Dança no Ensino Fundamental II; Leticia Gonçalves (Leca), que dá aulas de Dança no Ensino Médio; e Sérgio Santos, que ministra Práticas Esportivas no Fundamental II e Médio.